05 - Quebrando as nozes o Cajado de Nehril

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

05 - Quebrando as nozes o Cajado de Nehril

Mensagem  Admin em Qui Ago 16, 2012 10:56 am

Depois de despertarem do torpor de meses perambulando pelas pradarias das Tribos do Leão, tentando apenas sobreviver e escapar dos perigos mortais e naturais, os três aventureiros remanescentes decidem por tomar um rumo na vida. Decidem então que o mago Nehril poderia ter seus problemas resolvidos primeiro.

Nehril apareceu alguns dias após para eles, explicando que ele precisava que eles destruissem outros 2 artefatos para que ele pudesse voltar para o plano material. Paul fez algumas perguntas sobre Nehril que se mostrou reservado ou esquecido sobre detalhes longínquos da sua história.

Ao perceber que os heróis estavam dispostos a ajudá-los, pediu que destruíssem seu antigo cajado que estava em seu antigo laboratório. Paul desconfiado das intenções do mago questionando insistentemente sobre detalhes da sua história.

Nehril apenas afirmou que ele estava pedindo ajuda e que depois do tomo destruído pode usar a voz para dar detalhes do que precisa ser feito, pode pedir ajuda de outros. Mas ofereceu seus serviços caso fossem eles que o ajudassem.

Krock saltou na frente dizendo que ajudaria. Então Nehril comentou que o grupo ainda não tinha poderes para realizar essa tarefa, mas que os ajudaria dessa vez. E então um meteorito riscou o céu e caiu próximo deles.

Altruísticamente os três se foram atrás do meteorito que caira a algumas léguas de distância. A cratera originada na queda era pequena, apenas 25-30 metros de diâmetro e dentro dela um Elemental da Terra Grande os emboscou. O grupo o dispensou com poucos golpes. Recolhendo um metal negro, oriundo dos céus.

Nehril então so informou que o laboratório estaria a alguns dias de viagens, dizendo que ele ficara abaixo do nível do solo e que na porta haveria símbolos de Pharasma e lá dentro eles deveriam reaver o cajado e destruí-lo na bigorna onde teria sido forjado.

Quando chegaram no que seria o local indicado, havia um pequeno pântano sobrenatural, inspecionando o local encontraram uma porta como na descrição de Nehril, só que dentro da água parada e lodosa. Com algum esforço conseguiram abrí-la e mergulharam temerariamente para dentro. Paul bebeu alguma água do pântano durante o mergulho. Sorte ou destino, emergiram dentro de uma câmara construída com pedra negras, o laboratório.

Seu interior era iluminados por fungos luminescentes encrustados na pedra negra e lustrosa.

Cautelosos por causa monstros e armadilhas. seguiram os bravos guerreiros com suas armas em punho. E em uma sala com uma Fonte de Água no centro avistaram dentro dela o Cajado a ser destruído. Apesar da cautela do Passomédio, Krocka já tava com a mão no item. Apareceu um Elemental da Gravidade para combatê-los.

Muitos "UP and DOWN" depois, recolheram o cajado e levram até a próxima sala onde marcas rúnicas élficas e dracônicas no chão marcavam o centro da sala. Em cada canto um Obelisco negro. Ao aproximar o cajado do centro uma explosão brilhante revelou uma Bigorna no centro.

Após algumas tentativas Krock com seu Quebra-Nozes e utilizando o meteorito destruiu o Cajado que explodiu em energia arcana deixando todos com 1 ponto de vida, mas destruindo o Cajado e revelando que dentro dos Obeliscos existiam 4 corpos enfaixados em animação suspensa. Passomédio vasculhando os corpos achou 8 poções de vida.

Um dos corpos era de um humano, com pele parda, sem cabelo nem barba, usava uma Cota de Malha e uma maça amarrada na cintura.

Outro dos corpos era de uma meio-elfa, que usava roupas normais, de cabelos brancos e rosto pequenos, não aparentava portar armas.

Os outros dois corpos eram de elfas, uma usava uma armadura de couro verde, ambas tinham um arco e flechas consigo. Uma com cabelos loiros usava uma armadura de couro com tons esverdeados. A outra de cabelos castanhos um Camisão de Malha muito bem feito e polido.

As feições dos corpos eram tranquilas e eles estvam totalmente moles, e sob uma análise mais meticulosa de Passomédio, descobriu-se que os corpos estão vivos, parecem dormindo, apesar de não apresentarem pulso ou respiração.

Revelou-se uma sala do tesouro com alguns itens mágicos e muitas peças de ouro. Depois de dividido os itens, resolveram sair tirar os corpos dali. Amarraram-nos numa corda e Krok os arrastou para fora.

Nehril os agradeceu pela ajuda, dizendo que tudo que eles pegaram em seu antigo laboratório poderiam ficar com eles como recompensa. Krock o questionou sobre acordar os 4 sonolentas figuras, e Nehril prometeu estudar uma maneira de fazê-lo, dizendo que com o cajado quebrado talvez ele conseguisse alguma magia para acordá-los.

Os três mosqueteiros, digo, aventureiros ficaram um tempo ali parados no pântanos para recuperar dos ferimentos e colocar o equipamento em dia. Passaram-se cerca de 20 dias até que Nehril se manifesta-se denovo. Dando tempo para todos ajustarem seus equipamentos na Bigorna Mágica.

Todos os itens perdem o status "surrados" e não mais tem um redutor de -1.

Tesouros:

---EM CONSTRUÇÃO---
O grupo recolheu o Medalhão da Bigorna Mágica, um Artefato muito antigo. Criado por anões e elfos de um reino distante, quando precisaram construir muitos itens para uma invasão bárbara. Dizem ser um rebite que caiu da Bigorna de Torag, deus-artesão quando forjou e deu vida aos anões.

O medalhão ao ser posicionado no chão, assume a forma de uma bigorna de energia, podendo ser usada para dar forma a itens como uma bigorna normal. Seu maior poder, entretanto, é a capacidade de redirecionar energia mágica de um item mágico "origem", destruindo-o, para uma arma ou armadura. Mesmo ecantamentos especiais podem ser imbuídos na arma ou armadura destino. Para completar valores mágicos podem ser usadas outros materiais preciosos, como gemas ou moedas, como oferenda a Torag, mas isso não exclui a necessidade de pelo menos um item mágico a ser destruído.

A transferência de poder, ocorre com a destruição total do item antigo, e então o novo item deve receber um poder mágico equivalente (de acordo com o valor em p.o. dos encantamentos). Pode-se usar vários itens para encantar um. Mas não pode-se destruir um para encantar vários. Poder mágicos (p.o.) não utilizados são perdidos. Os items e materiais preciosos destruído dessa forma não pode ser recuperado de nenhuma forma.

A Bigorna Mágica ainda reduz em 5 a CD para se construir itens mágicos novos.

---EM CONSTRUÇÃO---

Krock:
    Quebra-Nozes Adamantium +2, Furioso
    5,000 p.o.


Passomédio
    Botas da Levitação
    Camisa de malha de Mithril +2
    5,000 p.o.


Paul
    Greataxe+2
    Anel de Proteção +2
    5,000 p.o.


XP
Cada jogador recebeu 1.800 XP

Mais:
Krock 200 XP pela impulsividade característica do bárbaro.
Passomédio 200 XP por tentar ser cauteloso e tentar verificar os lutares antes.
Paul 200 XP por representar cautela perante os males do mundo, depois dos assassinatos.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 113
Data de inscrição : 02/06/2011

http://rpgpathfinderd20.livre-forum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum